Translate

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Um bate papo com Adriano Fernandes

Conversar com o ex piloto, criador e chefe da lendária Escuderia AF, Adriano Fernandes, é sempre um privilégio e uma ótima oportunidade de atualizar os conhecimentos históricos sobre o nosso automobilismo. Mas não pensem que é uma conversa fácil e para qualquer um, não é mesmo, o velho comandante da AF é muito exigente com seus interlocutores, tem argumentos fortes, uma lucidez impressionante para a idade que tem e quando se trata de qualquer divergência de informações do passado, convencê-lo a mudar de opinião se ele estiver errado, é uma tarefa quase sobre humana!
Na semana passada estávamos conversando sobre as corridas dos anos 50/60 do Farol da Barra, mais precisamente as realizadas entre os anos de 1952 e 1956, onde por lá correram muitos dos pilotos brasileiros que estavam em atuação naquela época, a exemplo de Chico Landi, Henrique Cassini, Ciro Caires, Arthur Souza Filho, entre muitos outros. 
Conversávamos também sobre o piloto baiano Paulo Lanat e sua atuação em pistas fora da Bahia, onde eu afirmei que o mesmo havia corrido o GP Cidade de São Paulo em 1954 e tinha ficado na 6ª colocação, tendo ai surgido a primeira divergência, pois Adriano afirmava categoricamente que Lanat nunca tinha corrido em São Paulo e só consegui convencê-lo no outro dia quando enviei uma cópia de jornal com a classificação da corrida na época! 


 A outra divergência surgida na mesma conversa, foi sobre a participação de Arthur Souza Filho nas corridas da Barra, tendo Adriano dito que ele só correu aqui em 1952 com uma Maserati, enquanto que meus registros indicam a participação do mesmo em uma prova de 1954, que foi vencida por Chico Landi com uma Ferrari 250 MM e onde Souza Costa teria participado com uma Ferrari 225 S, tendo ficado na 3ª colocação.


Ferrari, Maserati, Crisitália e outras máquinas de peso, alinhadas para a largada de uma corrida no Circuito do Farol da Barra no início dos anos 50.


Com relação à segunda divergência, ainda não chegamos a uma conclusão, terei que rever a veracidade das minhas fontes para posteriormente retomar o assunto e tentar convencê-lo, se eu estivar com a razão....

Por  : Mauricio Castro Lima
 Old Races

Nenhum comentário:

Postar um comentário